Geekie oferece 20 mil vagas gratuitas para alunos de escolas públicas estudarem para o ENEM

Publicado por Stevan Arruda

Para auxiliar os estudantes a continuar se preparando para as provas do ENEM – previstas para 21 e 28 de novembro – e os exames vestibulares, a Geekie anuncia a gratuidade do Geekie Games para 20 mil alunos de escolas públicas.

Alunos usam a plataforma Geekie para melhorar seus estudos, e escolas publicas e particulares, no Realengo, no Rio de Janeiro, em 28 de julho de 2014. (Foto: Na Lata)

Plataforma intuitiva que conta com planos de estudo personalizado, Geekie Games permite ao estudante fazer um diagnóstico prévio e gerar conteúdos alinhados à própria demanda para obter sucesso no ingresso em universidades. Em 2016, foi selecionada como a ferramenta de estudos oficial para o ENEM e contou com o reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura (MEC). 

São Paulo|2021 – O Ministério da Educação e Cultura (MEC) anunciou que as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) devem acontecer nos dias 21 e 28 de novembro. Em um momento no qual a educação no Brasil pode retroceder até quatro anos em decorrência da pandemia, de acordo com o estudo do Centro de Aprendizagem em Avaliação e Resultados para o Brasil e a África Lusófona, o país demanda iniciativas concretas que possam auxiliar o estudante. O mapeamento da Fundação Lemann mostra, inclusive, que o contexto de ausência de aulas pode se transformar em um impeditivo para o ingresso no ensino superior. Como parte da missão de contribuir para a melhoria da qualidade da educação nacional, a Geekie anuncia a renovação do programa de bolsas gratuitas para 20 mil alunos de escolas públicas. O benefício inclui alunos do curso de Educação de Jovens e Adultos (EJA). As inscrições estão abertas e podem ser feitas pelo site: https://materiais.geekie.com.br/bolsas-geekiegames.

Em 2020, os desafios enfrentados pelos alunos de escolas públicas inspiraram a Geekie a desenvolver a iniciativa que ganha a sua segunda edição neste ano. A plataforma Geekie Games permite ao estudante fazer um diagnóstico personalizado e gera um plano de estudos com base nas disciplinas e nos temas que o aluno tem mais dificuldade. Essa análise resulta na recomendação de conteúdos essenciais para aprimorar o desempenho do estudante, principalmente em disciplinas sequenciais como Matemática, Química e Física, nas quais o conhecimento é construído a partir de outro prévio. Em 2016, Geekie Games foi selecionado como a ferramenta de estudos oficial para o ENEM e contou com o reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Segundo Claudio Sassaki, cofundador da Geekie e mestre em Educação pela Universidade de Stanford, a segunda edição do projeto de bolsas gratuitas do Geekie Games dialoga com essa perspectiva de retrocesso de até quatro anos na educação. Com a ação, a empresa espera contribuir para que os jovens possam se preparar para exames como ENEM e vestibulares frente aos desafios do ensino remoto. “O contexto é muito preocupante para todos, mas para os alunos do Ensino Médio é ainda mais grave, sobretudo porque pode comprometer esse ingresso no ensino superior. Para auxiliar os jovens e adultos a manterem uma rotina de estudos e preparo, decidimos abrir a plataforma Geekie Games, novamente. É a nossa forma, como negócio de impacto social, de fazer a nossa parte para que, como sociedade, possamos vencer esse grande desafio de saúde pública”, afirma Sassaki, acrescentando que, desde a criação, a plataforma já foi utilizada por mais de 12 milhões de alunos.

Alunos usam a plataforma Geekie para melhorar seus estudos, e escolas publicas e particulares, em Sao Paulo, em 28 de julho de 2014. (Foto: Na Lata)

Ao longo da trajetória, a plataforma Geekie Games auxiliou 73% de estudantes brasileiros com idade entre 18 anos e 24 anos: 22% entre 25 anos e 44 anos; e 5% com mais de 44 anos, sendo 64% de mulheres e 36% de homens. Destes, 72% são de escolas públicas e 28%, particulares. Uma avaliação sobre o impacto da plataforma atestou que alunos que seguiram o plano de estudos personalizado na sua totalidade tiveram uma evolução cinco vezes maior do que a obtida por estudantes com mesmo grau de engajamento, mas que não se guiaram pela tecnologia adaptativa. “Fica muito perceptível o quanto um estudante pode se desenvolver se for bem orientado, principalmente, quando esse apoio se dá de forma personalizada”, acrescentou Claudio Sassaki.  

Como funciona?

O primeiro passo é, na plataforma Geekie Games, fazer o simulado a partir de uma prova elaborada nos moldes do Exame Nacional do Ensino Médio; com o resultado é possível obter uma série de informações sobre como o estudante respondeu o conjunto de questões. Os dados de vários estudantes juntos, ao serem submetidos a uma análise, apresentam evidências se o candidato realmente aprendeu algo ao longo da avaliação, se chutou (respondeu ao acaso) a maior parte das questões de forma aleatória ou se apresentou queda em seu desempenho ao longo do tempo da prova. Esses dados são reunidos para alimentar um algoritmo – um código programado em uma máquina, de forma simplificada e superficial – baseado na Teoria de Resposta ao Item (TRI)que é uma modelagem estatística, empregada no cálculo da nota do Enem, que permite estimar a proficiência de um aluno e compará-la entre avaliações diferentes. Para acessar: https://materiais.geekie.com.br/bolsas-geekiegames.

Ao final do simulado, o estudante tem uma nota estimada – sendo cada uma para os quatro braços latentes na matriz do ENEM. Com isso, pode comparar o resultado obtido com a nota de corte no curso e na universidade pretendidos. A partir do diagnóstico baseado nesse desempenho, Geekie Games produz um roteiro de estudos personalizado. São mais de 640 aulas alinhadas à matriz curricular do ENEM, cobrindo 400 tópicos em nove disciplinas e redação; são vídeos, textos, mais de 5.700 exercícios e resumos de aula. A empresa contratou a consultoria Metas Sociais – referência em avaliação de iniciativas de educação – para investigar o potencial impacto causado pelo uso do Geekie Games e, dos 143 mil estudantes pesquisados, o aumento foi de 72 pontos TRI, ou seja, a solução tem real potencial de diminuir o gap entre o ensino privado e público que, ao longo dos últimos anos, foi em média 70 pontos na escala TRI. A pesquisa mostrou que os grupos que mais se beneficiaram foram os que estudam em escolas públicas; estudantes que trabalham e estudam; e com nível socioeconômico mais baixo. “Todos tiveram o Geekie Games como um diferencial para o preparo para a realização do sonho de ingressar no ensino superior”, afirma Claudio Sassaki.

SOBRE GEEKIE GAMES | Criada pela Geekie em 2013, Geekie Games é uma plataforma de estudo on-line que capacita e aprimora o desempenho de estudantes em provas do Exame Nacional do Ensino Médio e vestibulares. Adaptativa e com a oferta de planos de estudos, aulas, exercícios, simulados e simulador do SISU, em 2016, foi selecionada como a ferramenta de estudos oficial para o ENEM e sua inteligência de personalização contou com o reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura (MEC). Ao longo da trajetória, a plataforma auxiliou 73% de estudantes com idade entre 18 anos e 24 anos: 22%, entre 25 anos e 44 anos; e 5% com mais de 44 anos, sendo 64% de mulheres e 36% de homens. Destes, 72% são de escolas públicas e 28%, particulares. 

SOBRE A GEEKIE | Referência em educação com apoio de inovação no Brasil e no mundo, a Geekie foi fundada em 2011 – pelos empreendedores Claudio Sassaki e Eduardo Bontempo – com a missão de transformar a educação do país. Em uma década, a empresa tem desenvolvido soluções inovadoras que potencializam a aprendizagem. Com foco no Ensino Básico, a edtech alia tecnologia de ponta a metodologias pedagógicas inovadoras. Única plataforma brasileira de ensino adaptativo credenciada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) para o Guia de Tecnologias Educacionais – que identifica soluções tecnológicas capazes de melhorar a qualidade do ensino brasileiro –, em sua trajetória a Geekie alcançou mais de 5 mil escolas públicas e privadas de todo o país, impactando cerca de 12 milhões de estudantes. 

Entre as certificações mais relevantes, a empresa destaca: WISE 2016 (Qatar Foundation), TOP Educação (Revista Educação, categoria software educacional mais lembrado do mercado), Empreendedor Social Brasil (Folha de S. Paulo e Fundação Schwab), Empreendedor Social Mundial (Fundação Schwab), Trip Transformadores e Empresas Mais Conscientes (Revista IstoÉ). A Geekie já contou com aporte de investidores de tradição na área educacional como família Gradin (por meio do fundo Virtuose), Fundação Lemann, Jorge Paulo Lemann (por meio do Fundo Gera), Arco Educação, além dos fundos, o norte-americano Omidyar Network e o japonês Mitsui & Co. www.geekie.com.br

Redação Agora Londrina com Assessoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s