Onda de frio que se aproxima do Paraná pode ser a mais intensa dos últimos anos

Publicado por Stevan Arruda

Londrina e Região tem previsão de chuva na quarta-feira (28) e frio intenso na quinta (29) e sexta-feira (30). Temperaturas negativas serão registradas em todo o estado (entre -1 e -5 °C).

Foto: Agência Estadual de Notícias

A mudança no tempo começa com a chegada de uma frente fria no Paraná, que causará chuva no estado, mas com pouca quantidade acumulada prevista (entre 10 e 20 mm nas principais cidades do estado).

De acordo com os modelos apresentados pelo SIMEPAR, o fenômeno será uma erupção de ar gelado muito intensa, mais forte que a de junho e a desta semana, e em alguns momentos chegam a sinalizar uma onda polar de excepcional força com magnitude raramente vista na história recente.

Após a passagem desta frente fria e suas áreas chuvosas pelo estado, uma intensa massa de ar frio e seco chega rapidamente sobre todas as regiões paranaenses. À partir de 28 de julho as temperaturas vão apresentar queda muito acentuada, começando pelo oeste do estado e avançando pelas demais área do Paraná. A temperatura mínima esperada nesse dia fica entre 0 e 4 °C nessas regiões.

Previsão em Londrina para os próximos dias

Aliado à temperatura muito baixa, o vento vindo da direção sul deixa a sensação de frio ainda maior e será grande o desconforto para permanecer e se locomover ao ar livre.

Entre os dias 29 de julho e 2 de agosto a forte massa de ar frio se estabelece sobre o Paraná. Os dias ficarão muitos gelados, mesmo durante as tardes. Ainda que o céu fique mais aberto e com o sol presente, o ar gelado irá persistir nesses dias. Serão observadas temperaturas negativas em todo o estado (entre -1 e -5 °C), com mais destaque nas regiões sul, sudoeste.

Foto: Valdelino Pontes/AEN

Frio muito rigoroso e temperaturas negativas também serão observadas na Região Metropolitana de Curitiba e várias cidades das regiões norte (como Maringá, Londrina e Apucarana) e oeste (entre elas Cascavel e Foz do Iguaçu). Até mesmo na área do litoral paranaense temperaturas muito baixas serão observadas (com expectativa de temperaturas mínimas de 5 °C ou menos que isso).

No início da semana, meteorologistas canadenses, indicaram possibilidade de mínima de -10ºC a -12ºC nos pontos mais altos do Sul do país. Chegaram a indicar valores de -3ºC ou -4ºC em regiões como Porto Alegre.

Esse cenário causará a formação de geadas extensivas e de forte intensidade em praticamente todo o Paraná a partir de 29 de julho.  Temperaturas muito baixas também são esperados para a Curitiba entre os dias 28 de julho e 01 de agosto, com valores próximos a 0 °C ou negativos, condição que favorece a ocorrência de geada forte também na área da capital do estado.

Além do frio intenso que vai afetar diretamente a população, as temperaturas muito baixas podem ampliar ainda mais o impacto na agricultura (nas culturas de hortaliças, no milho, café entre outras culturas). Esse setor já contabilizou perdas significativas devido as duas massas de ar frio que atingiram o Paraná no início e no meio deste mês de julho e esta nova onda de frio intenso promete mais stress para os agricultores.

Essa forte onda de ar frio esperada para a próxima semana e que vai manter o tempo gelado por vários dias no Paraná deve apresentar semelhanças com o evento ocorrido em julho de 2013, o qual provocou temperaturas negativas ou muito baixas por uma semana e causou formação de geadas generalizadas em todo o estado.

Redação Agora Londrina com Portal Obemdito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s