Caso suspeito de novo coronavírus é investigado em Londrina

Publicado por Stevan Arruda

A confirmação ainda depende de exames de laboratório. O resultado deve sair e ser divulgado no prazo de  três a cinco dias. 

Foto: Agência Brasil

Segundo a secretaria de saúde, o paciente já está isolado e em tratamento, mas em internação domiciliar. “A preocupação é que não haja alarde excessivo. Muitas pessoas entram em pânico e não há, absolutamente, motivo para isso”, aponta o Secretário Felippe Machado.

Esse é o primeiro caso sendo investigado no município. Amostras de material foram coletadas pelo HU e encaminhadas ao Laboratório Central do Estado para exames.

A paciente com a suspeita da doença tem 28 anos e esteve em Berlim, capital da Alemanha, há dez dias. Segundo informações, a mesma procurou uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e foi encaminhada ao Hospital Universitário. A paciente está isolada em casa, sendo acompanhada por uma equipe de vigilância epidemiológica, ainda conforme a secretaria. O monitoramento será feito por até 10 dias.

Essa informação foi confirmada pela prefeitura de Londrina que marcou uma coletiva de imprensa, na sede da Secretaria Municipal de Saúde.

Casos no Brasil

Boletim do Ministério da Saúde atualizado na tarde desta segunda-feira mostrou que o Brasil tem 433 suspeitos do novo coronavírus, que costuma provocar sintomas parecidos ao da gripe, como febre e problemas respiratórios.

São Paulo, onde estão os dois casos confirmados, também é o estado que mais tem casos suspeitos: 163. No Rio de Janeiro, são 42. Apenas quatro estados não registraram casos suspeitos: Acre, Amapá, Roraima e Tocantins.

Nesses casos, os testes mostraram que as pessoas pegaram outros vírus, como os causadores da gripe.

Foto: Agência Brasil

Sintomas

Tosse seca, febre e cansaço são sintomas mais comuns, segundo a Organização Mundial de Saúde. Alguns pacientes também podem sentir dores no corpo, congestionamento nasal, inflamação na garganta ou diarreia. Ainda de acordo com a OMS, esses sintomas são normalmente leves.

Já os sintomas em casos mais graves são síndrome respiratória aguda e insuficiência renal. Pacientes que já tenham outras doenças, principalmente cardiovasculares, têm mais probabilidade de ter a versão mais crítica da Covid-19.

Redação Agora Londrina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s